Decisão judicial paulista determina que 123 milhas cumpra o que foi comprado pelo consumidor

Decisão judicial paulista determina que 123 milhas cumpra o que foi comprado pelo cliente

Em recente decisão do judiciário paulista, a justiça determinou que a empresa 123 milhas cumpra e honre o que foi comprado pelo cliente.

A empresa 123 milhas vem sendo objeto de inúmeras reclamações de clientes insatisfeitos que tiveram suas passagens compradas simplesmente canceladas, sem qualquer justificativa plausível.

Os consumidores compraram passagens aéreas nacionais ou internacionais, com a dita tarifa promocional flexível.

Esta modalidade de tarifa previa que, muito embora o consumidor escolhesse uma data de embarque, esta poderia sofrer alteração para até 24 horas antes ou 24 horas depois da data escolhida, de forma que fosse ajustada para a menor tarifa praticada.

Entretanto, meses após a compra e pouco tempo antes da data da viagem escolhida, estes consumidores foram surpreendidos com um e-mail da empresa 123 milhas a informar que as passagens não seriam emitidas.

Muitos consumidores já com toda a programação da viagem feita, reservas de hotéis pagas etc, se viram, de um momento para outro, sem a passagem comprada, tendo de cancelar e perder o que já haviam pago ou então buscar imediatamente novos bilhetes aéreos, pagando preços exorbitantes.

Um destes consumidores lesados e às vésperas da viagem comprada, ingressou no judiciário para ter o seu direito garantido.

O juiz que analisou o caso deu razão ao consumidor e determinou que a empresa 123 milhas faça a emissão dos bilhetes comprados em até cinco dias, para que seja possível que o consumidor usufrua da viagem comprada e planejada.

Diante desta situação, é importante que os consumidores lesados tenham os comprovantes de pagamento e reserva das passagens, bem como de eventuais outros serviços já reservados ou até mesmo pagos, como hotéis, aluguel de carros, dentre outros e, caso não seja possível acordo com a empresa, o caso pode ser levado à apreciação judicial para proteção do direito do consumidor lesado.

 

Ficou com alguma dúvida sobre o tema? Envie-nos um e-mail para cksassoadv@gmail.com.

Leia também: Bagagem extraviada ou danificada, Posso perder a cidadania brasileira se adquirir outra nacionalidade no estrangeiro, Transcrição de Casamento em Portugal, Nacionalidade Portuguesa para Filhos e Netos, Registro Tardio, Registro tardio de nascimento, Registro Tardio de Casamento, Cidadania Italiana Via Judicial, Cidadania Portuguesa para filhos e netos, Cidadania portuguesa para netos, Ação de Retificação de Registro Civil.

Deseja receber mais conteúdos como este? Siga-nos em nossas redes sociais: Facebook e Instagram.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *